Cabala - Pagina 10
Cabala - Pagina 10

Quadradinhos Ink
Sobre o Autor : Quadradinhos Ink
Quadradinhos Ink não é uma pessoa real. É uma figura criada pelos primeiros autores que se juntaram para formar o Quadradinhos INk para servir como o avatar do grupo como um todo nas diferentes redes sociais e sites onde divulgamos o nosso blogue.
Website | Twitter | Facebook | Orkut
Ler Mais Artigos... | Ler Mais Artigos deste Autor

5 comentários:

  1. Aaaaaaargggggghhhhhh

    Cara, não dá para esperar uma página por semana!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  2. participei da produçao dessa pagina criticando o ultimo quadrinho, achei forte p a revista ser mostrada p criançada (ainda axo, meu filho ainda nao viu, talvez daqui a uns 10 anos rsrsrs) mas p adulto a estoria e completa, tb tem grandes aristas envolvido.

    ResponderEliminar
  3. Eu falei a mesma coisa pro Miguel, cara...
    Tinha q ter feito uma coisa implicita em vez de tão explicito assim!!!

    ResponderEliminar
  4. O desenho e o argumento estão irrepreensíveis. Dura, densa e reflexiva como uma história deve ser. mal posso esperar pela continuação...

    ResponderEliminar
  5. GARTH ENNIS PODE, qualquer artista de fora pode por palavrão (Mas ao chegar em português os fuck, suck sao trocados pra "dane-se" , canalha etc)......até seriado de tv americano pode por cenas fortes (deadwood, nip/tuck) ...mas nós nao, sempre com a desculpa: "dê uma suavizada se quiser ser aceito pelos editores" ..ORA , FODA-SE! nunca mostrei meu roteiros a editores de EDITORAS nenhum, SEMPRE FIZ PRA MIM, pra um leitor que queira ver coisas diferentes por aqui.
    Por essas e outras que decidi encarar o projeto da QUADRADINHO INK, pra não se limitar ao mesmo de sempre novamente.
    PORQUE SE LIMITAR ? O QUE IMPEDE DE CRIAR MAIS E MAISS???
    nas discussoes bobas nos comentarios do blog NHQ http://nhq.com.br/ no topico do selo excelsior, criticamos essa preguiça de quem fala português querer sempre o lugar comum, as memas coisas 'educativas', ' clichês' e suaves.
    Bom...eu NÃO CONSIGO SER ASSIM, se me esforçase pra ser, seria hipócrita.

    ResponderEliminar